Now Reading:
Veja a importância da iluminação natural do imóvel
Full Article 7 minutos lido

Nos dias de hoje, o interesse pela arquitetura e pela decoração de interiores vem ganhando cada vez mais espaço, e isso pode ser percebido até mesmo pelo número de programas de televisão e revistas que tratam sobre esse assunto. Diante dessa realidade, conhecer a importância da iluminação natural do imóvel pode ser muito interessante.

Diversos proprietários e profissionais do ramo estão apostando nessa tendência, não apenas pelo fato dela estar em consonância com o conceito de sustentabilidade, mas também por conta de muitos outros benefícios que isso traz para a propriedade. Confira o conteúdo a seguir e descubra um pouco mais sobre o tema.

O que é uma iluminação natural?

A iluminação natural, como o próprio nome já diz, está relacionada com a luminosidade que recebemos diariamente do sol. Por mais óbvio que possa parecer valer-se da capacidade de utilizar a luz solar em um país tropical como o Brasil, o fato é que nem sempre as plantas e projetos arquitetônicos priorizavam a passagem da claridade.

Felizmente, hoje em dia, vemos uma verdadeira inversão dessa realidade, já que a prática traz diversos benefícios incríveis, além de proporcionar para a casa ou o apartamento uma estética muito mais agradável.

A técnica se resume, basicamente, em usar a luz do sol para clarear os ambientes internos, maximizando as condições naturais na região.

Quais são as vantagens da iluminação natural do imóvel?

Maior sustentabilidade

Nos dias de hoje, a preocupação com a sustentabilidade e o impacto que o homem causa ao meio ambiente é um dos temas mais recorrentes nos mais diversos segmentos do mercado, inclusive na construção civil e na arquitetura.

Por isso, sem sombra de dúvidas, estar em consonância com a natureza é uma das maiores vantagens da iluminação natural no imóvel.

A luz solar é uma energia limpa e extremamente abundante, principalmente em um país tropical como o Brasil. Ao utilizar esse recurso da natureza nos ambientes de uma casa ou apartamento, gasta-se menos energia, produz-se menos lâmpadas, precisa-se de menos fiação e assim por diante.

Economia na conta de luz

Como dissemos, a sustentabilidade é muito importante quando pensamos nas vantagens da iluminação natural do imóvel, mas o fato é que a economia na conta de luz é tão positiva para o meio ambiente quanto para o seu bolso. Ainda mais se pensarmos que, mesmo dispondo de muitas hidrelétricas, a energia brasileira é bastante cara.

Por meio de um bom projeto de arquitetura, a utilização de lâmpadas durante o dia é reduzida consideravelmente, bem como a substituição desses itens é postergada por mais tempo. No entanto, a implementação de uma planta inteligente não substitui por completo a energia elétrica, mais funciona como uma forma de complementação.

Melhor conforto visual

Em tempos em que passamos muitas horas do dia em gadgets, como computadores, tablets e aparelhos celulares, não ter conforto visual com a iluminação é um luxo que ninguém pode (e nem deve!) se permitir. Por isso, pode ter a certeza de que aproveitar a claridade natural do sol é uma atitude fundamental para a saúde dos seus olhos.

Ao usar aparelhos eletrônicos durante horas, você acaba, invariavelmente, causando um desgaste visual considerável para a sua vista. Estudos apontam que a iluminação artificial causa problemas na visão, envelhecimento precoce e manchas na pele. O sol, por sua vez, realça as cores dos objetos e é suficiente para realizar as atividades diárias.

Mais saúde e bem-estar

Não podemos esquecer que a iluminação natural do imóvel traz diversos benefícios para a saúde como um todo, e isso é comprovado cientificamente, pois estudos demonstram que o ser humano precisa de doses diárias moderadas de luz solar para sintetizar a vitamina D, que melhora a absorção do cálcio e fortalece os nossos ossos.

Ao ter a luz solar incidindo de um jeito adequado no ambiente interno da sua casa, você minimiza a necessidade de contar com uma área de lazer ou de sair diversas vezes para se expor ao sol. Vale lembrar também que a nossa estrela ajuda a regular outras importantes funções do organismo, como o sono e o apetite.

Facilidade na execução

Em um primeiro momento, você pode pensar que aplicar o conceito de iluminação natural pode ser complicado, mas o fato é que isso pode ser mais fácil do que você imagina. Até por conta das características do nosso país, aplicar a luminosidade do sol nos ambientes internos costuma ser altamente vantajoso e supreendentemente simples.

Isso acontece porque as temperaturas da maioria dos estados são elevadas, e basta que você converse e negocie com o seu arquiteto de confiança, ou o seu decorador de interiores, para que eles priorizem essa técnica que, como vimos anteriormente, traz inúmeros benefícios para o seu bem-estar, para a sua saúde e para o seu bolso!

Temperaturas mais amenas

Vale ressaltar que a importância da iluminação natural do imóvel também se dá por questões de conforto térmico. Isso acontece porque durante o inverno, por exemplo, a presença de algumas estruturas de vidro tornará o ambiente uma espécie de estufa natural e assim manterá a casa aquecida como um todo.

Já durante o verão, para não deixar a propriedade mais quente, você pode abrir as janelas para priorizar a circulação de ar ou optar pela utilização de ar-condicionado e ventiladores. Já vidros temperados ou laminados filtram os raios solares e protegem a atmosfera, para que ela não fique excessivamente aquecida.

Otimização arquitetônica

Por fim, a iluminação natural proporciona um maior efeito de naturalidade e uma maior fluidez estética, que ajuda inclusive a valorizar os componentes da arquitetura dos ambientes, desde que ela seja bem planejada. A sensação de conforto e aconchego é potencializada, pois os componentes tornam-se agradáveis aos olhos.

Como avaliar a iluminação do imóvel?

Agora que você já conheceu algumas das principais vantagens de apostar na iluminação natural em um imóvel, chegou a hora de descobrir como avaliar se a sua propriedade está recebendo a luz solar da melhor maneira. Confira a seguir como fazer isso!

Avalie o seu conforto visual

O primeiro passo para avaliar se a iluminação do seu imóvel está adequada é verificar o seu próprio conforto visual! Analise, por exemplo, se você consegue ler com facilidade e se os ambientes da sua casa ficam muito escuros durante o dia. Nesse último caso, se a resposta for positiva, provavelmente você precisa de mais claridade.

Confira o posicionamento das janelas

Não é difícil perceber que as janelas têm um papel muito importante na iluminação natural e, para saber se a sua casa está recebendo a luminosidade do sol de uma maneira satisfatória, conferir o posicionamento desses itens é fundamental. Veja se estão em bom número, no tamanho certo e na posição ideal para a claridade entrar.

Pergunte aos vizinhos

Por fim, você pode se aproveitar da amizade com os seus vizinhos para descobrir se a luminosidade natural está boa na sua casa. Muitas vezes, por já estarem acostumados, os próprios moradores podem não perceber que os ambientes estão escuros, por exemplo. Aproveite também para comparar as contas de energia e ver se estão discrepantes.

Com uma distribuição adequada, os raios solares podem alavancar o encanto dos espaços escolhidos e aprimorar a relação dos moradores e visitantes com a propriedade, gerando um local generoso e aconchegante para todos!

E agora, entendeu melhor a importância da iluminação natural do imóvel? Gostou desse conteúdo? Então que tal assinar a nossa newsletter?

Input your search keywords and press Enter.