Now Reading:
Guia completo do bairro Anchieta
Full Article 16 minutos lido

Morar em Belo Horizonte é tudo de bom, principalmente se o endereço escolhido para vivenciar o cotidiano dessa incrível cidade for o bairro Anchieta. Nele, a expansão dos últimos anos reuniu o tradicional ao contemporâneo e originou extraordinária qualidade de vida. Com localização para lá de estratégica, essa parte especial da zona centro-sul de BH se mostra completa e atrativa.

Farto comércio, barzinhos e restaurantes onde aproveitar momentos especiais, shopping center, parques e praças posicionam a localidade entre as melhores da cidade. Esse caprichado conjunto de atributos faz a região desenvolvida e valorizada, chama novos investimentos e empreendimentos de porte, sem deixar de lado seu charme típico de lugar tranquilo.

Acompanhe, daqui para diante, o guia que aponta os diversos sentidos da qualidade de vida no Anchieta!

Breve história do Anchieta

As primeiras notícias da região hoje denominada Anchieta, no centro-sul da cidade de Belo Horizonte, datam de 1920. Foi nessa época que o bairro ganhou a atual denominação, deixando de ser conhecido, como até então, Colônia Adalberto Ferraz. Depois disso, suas terras foram loteadas e ocupadas, dando início a um tímido desenvolvimento.

Dentre seus comércios mais antigos destaca-se a Panificadora Anchieta, aberta em 1966 e pioneira na fabricação e venda de pães nesse pedaço da capital. Naquele tempo, as casas dominavam a paisagem, e os prédios de muitos andares não eram sequer imaginados.

Dali para os dias de hoje tudo mudou, o crescimento do bairro ganhou impulso, seu progresso aconteceu e ele começou a chamar a atenção na cena imobiliária de Belo Horizonte. De acordo com o último censo do IBGE, mais de 12 mil moradores chamam o Anchieta de lar. Além disso, a atratividade do lugar está em plena ascensão.

Essa expansão se nota no estabelecimento da rede de comércios e serviços cada vez mais completa, bem como na construção de empreendimentos segundo conceitos arquitetônicos modernos e sofisticados.

Esses resultados, marcas da evolução local, não comprometem o que de melhor o bairro guarda: seu tradicionalismo. Assim, hábitos como dar bom dia e fazer uma paradinha para conversar com vizinhos e conhecidos são preservados e transmitidos aos mais novos habitantes.

Muitas razões favorecem a manutenção desses costumes, entre elas o fato de o Anchieta ser estruturado de tal maneira que seus moradores conseguem encontrar de tudo lá mesmo. Desse modo, as pessoas se encontram nas situações de consumo diário, nas escolas, parques e demais locais públicos que atendem às suas necessidades.

Essa facilidade, acrescida da pouca necessidade de enfrentar congestionamentos e longos deslocamentos diários, deixa tempo para cultivar — e manter — os relacionamentos interpessoais.

1. Anchieta: localização privilegiada em Belo Horizonte

Na hora de escolher um imóvel, a localização acaba sendo fator determinante, requisito que o Anchieta atende com louvor: a partir dele são amplamente acessíveis regiões nobres e estruturadas. Exemplos disso são os bairros Carmo e Sion, vizinhos fronteiros separados dele apenas pela Rua Pium-í.

Nessa rua, verdadeiro ponto de encontro da boemia belo-horizontina, estão elencados diversos estabelecimentos pensados para os bons momentos, seja comer bem, seja encontrar ambientes descontraídos e muito divertimento.

Mais áreas nobres da cidade estão ao redor do bairro, a exemplo de Cruzeiro, Mangabeiras e São Pedro. Seus acessos incluem a Avenida dos Bandeirantes, endereço que, além de promover a integração com arredores, Belvedere e Nova Lima, é hoje reconhecido como o corredor da saúde de BH.

Isso por apresentar uma das pistas de cooper mais movimentadas da zona sul, com trajeto de 1,5 km. O seu percurso inclui curvas e leves inclinações, sendo bastante atrativa para quem pratica corrida e busca condições favoráveis para treinar.

Chegar à Bandeirantes é muito simples: praticamente todas as ruas e avenidas do Anchieta conduzem a ela. Outro aspecto interessante da emblemática avenida consiste na sua grande concentração de espaços voltados para o bem-estar, como academias, centros de estética e até mesmo um moderno spa urbano.

A Rua Vitório Marçola marca a divisa de Anchieta e Cruzeiro, estendendo-se da Rua Pium-í até a Rua Bambuí, acesso à Avenida Afonso Pena. Essa emblemática avenida, plenamente integrada ao traçado viário do Anchieta, serve de referência à mobilidade no município.

É assim, principalmente, pelo seu alcance, já que atravessa a cidade a partir do Centro, integrando localidades de enorme destaque e prestígio, entre elas Funcionários e Savassi, Serra e Cruzeiro.

Da Afonso Pena é simples atingir a Avenida do Contorno, icônica artéria de BH que rodeia toda a área central da cidade e abarca, em seus mais de 11 quilômetros, localidades tradicionais, desenvolvidas e economicamente relevantes.

A Rua Francisco Deslandes funciona como centro comercial do bairro e acesso ao seu entorno. Extensa e repleta de edifícios residenciais, a Rua Montes Claros soma-se às demais ligações já mencionadas, faz a ligação da Bandeirantes à Avenida Senhora do Carmo e comprova toda a mobilidade oferecida pelo Anchieta.

A presença de tantas e tão importantes ruas e avenidas sugere intensa circulação de veículos, o que realmente faz parte da rotina nessa área da cidade. Contudo, exatamente pela existência das numerosas vias, o trânsito costuma fluir sem congestionamentos, propiciando agilidade ao deslocamento de quem tem o bairro como ponto de partida ou chegada.

Motivo a mais para o Anchieta ser a localização do imóvel ideal para você e sua família, já que esse bairro oferece a facilidade de locomoção necessária a um dia a dia livre das perdas de tempo.

2. Infraestrutura de excelência no bairro Anchieta

O bairro é reconhecido pela excepcional gama de possibilidades, feitas na medida para atender quem nele vive. A região tem de tudo, incluindo comércios variados e marcas de projeção nacional, muitas delas reunidas no Anchieta Garden Shopping. O espaço comercial fica na Francisco Deslandes, em uma área de 20 mil m² que contempla:

  • Lojas Americanas;
  • Brasil Cacau;
  • Coccodrillo;
  • Joalheria Zimbabwe;
  • Luiza Ferraz;
  • Renner.

Essas operações são algumas dentre as alternativas do centro de compras, que oferece múltiplas conveniências aos frequentadores. Essas facilidades englobam academia de ginástica, supermercado, unidade de emissão de passaportes da Polícia Federal e casa de câmbio.

Tais comodidades, mais as opções da praça de alimentação e os eventos que o shopping organiza e recebe, estão à disposição de quem decide morar no Anchieta.

Além do Garden Shopping, a Rua Francisco Deslandes tem dezenas de lojas de rua que conferem ao bairro um charme todo seu. Assim, ao dar uma caminhada entre as vitrines, você vai se deparar com:

  • Hering Store;
  • Step One;
  • Constance;
  • FAVORI;
  • Contempo.

As possibilidades não param aí, abrangendo pet shop, artigos para presentes, floricultura, produtos naturais, perfumaria, decoração e construção, entre outras opções. Atendimento bancário faz parte das comodidades existentes nessa emblemática rua do bairro, que conta com as seguintes agências:

  • Banco do Brasil;
  • Bradesco;
  • Caixa Econômica Federal.

A Rua Montes Claros, com seus edifícios de poucos andares, tem maior incidência comercial perto da Avenida Senhora do Carmo. Lá, variados segmentos praticam atividades, havendo calçados, artigos esportivos e de vestuário.

Variedade para as compras rotineiras pode ser encontrada na Rua Vitório Marçola e imediações, onde fica simples abastecer a despensa e a geladeira conforme exige a tradição da localidade e o gosto apurado de seus moradores.

A seguir, alguns desses supermercados, mercearias e açougues:

  • Epa Supermercados;
  • Carrefour Bairro;
  • Sacolão Horti Sul;
  • Sacolão Balaio;
  • Mercearia Anchieta;
  • La Macelleria Açougue Gourmet.

Para fazer um lanche ou levar pães fresquinhos para casa, as panificadoras da região são os lugares certos:

  • Fábrica de Pães Anchieta;
  • Pão & Companhia;
  • Casa do Pão;
  • Bendita Pães e Delícias;
  • Padaria e Confeitaria O Pãozinho;
  • Padaria Gran Vitória.

No quesito bares e restaurantes, essa parte do Anchieta tem expressão nacional, pois guarda verdadeiras maravilhas provadas e comprovadas por quem mais entende do assunto: o frequentador.

Cardápios, petiscos e bebidinhas animam os dias, tardes e noites do bairro, sendo responsáveis por encher de gente bonita o calçadão da Rua Pium-í e seus arredores (ruas Montes Claros, Passatempo e Boa Esperança).

Para despertar a sua vontade de experimentar o ambiente e as delícias do bairro — e, muito provavelmente querer aderir de vez ao seu estilo de vida —, elencamos vários lugares incríveis:

  • Albano’s Hub de Cerveja: experiência cervejeira completa, decoração temática, tecnologia aplicada à degustação de cervejas, com direito à utilização de realidade aumentada;
  • Butiquim da Esquina: batata frita com queijo, pastel de camarão e croquetes fazem parte do rodízio de petiscos, com caldinho de feijão e outras gostosuras no caprichado cardápio;
  • La Farina: o nome é italiano, mas os carros-chefe da casa são os brasileiríssimos feijoada e frango ao molho pardo; à noitinha, o restaurante serve pizzas muito elogiadas;
  • Restaurante Vitelo’s: cardápio de carnes e uma farofa de ovos que ganhou fama na cidade;
  • Restaurante Alguidares: pratos típicos da culinária baiana, com moqueca de camarão, casquinha de siri e acarajé;
  • Au Bon Vivant:  a casa serve receitas da culinária francesa e tem caprichada carta de vinhos;
  • Almanaque: chope sempre gelado, petiscos e pratos; tem espaço kids;
  • Gilboa: balada com carta de drinques, comidinhas e muita música;
  • Bar 222: comida de boteco, com vários petiscos e espetinhos;
  • Anchieta Botequim: chope e carnes preparadas na brasa, telas de led para acompanhar jogos;
  • Itatiaia Rádio Bar: carta de cachaças, grelhados, palco onde acontece a gravação de programas da rádio, TVs para acompanhar jogos;
  • Los Mariachis Mexican Pub: gastronomia mexicana, open bar, ambiente temático;
  • Bucaneiro: 90 variedades de shots, mesinhas na calçada, petiscos e música;
  • Quermesse BH: porções, cerveja gelada e caipirinhas especiais.

3. Disponibilidade de imóveis excelentes

Uma das características do Anchieta é reunir, em suas ruas e avenidas, condomínios e casas com ampla metragem e muitos ambientes. Os prédios mais antigos, com apartamentos nos quais o espaço não é problema, são recorrentes na região.

Eles podem ser encontrados em diversos trechos do bairro, muito bem cuidados, compondo o panorama único dessa área da capital belo-horizontina. Nos edifícios de poucos andares ou em ultramodernos condomínios, investir em imóveis em Belo Horizonte, localizados no Anchieta, revela-se muito vantajoso.

Para quem faz questão do que há de mais contemporâneo em termos arquitetônicos, os luxuosos empreendimentos que vêm tomando conta da paisagem local são a solução em moradia.

A exclusividade das torres com um apartamento por andar proporciona a oportunidade de quem busca investir certo, para morar ou aproveitar toda a valorização do imóvel. Na Rua Penafiel, uma das mais sossegadas do Anchieta, o Edifício Cipriani representa essa tendência em moradia e investimento.

Os apartamentos do empreendimento têm 147 m², sala para dois ambientes, quatro suítes e quatro vagas de garagem. Planejado para propiciar conforto e convívio, segue o conceito de condomínio clube, equipado com piscina, sauna e espaço gourmet, alguns dos itens que distinguem seu projeto.

Quando a necessidade de privacidade aponta como ideal morar em cobertura, o bairro também atende perfeitamente quem decide nele viver. Para ilustrar essa realidade, basta conferir os lançamentos previstos para a localidade, como o Edifício Brugge, na Rua Bambuí.

As suas coberturas terão nada menos do que 390 m², terraço, sauna e home theater. Na garagem, a praticidade de encontrar cinco vagas complementa a proposta de conforto desses imóveis, projetado com plantas na medida das mais altas expectativas.

O empreendimento conta com piscina, sala de ginástica, espaço gourmet e salão de festas, além de sofisticado sistema de segurança. Claro que incorporar ao patrimônio um imóvel do porte dos acima descritos exige o cuidado e a atenção que somente se pode obter ao selecionar uma imobiliária de confiança.

Isso porque a empresa qualificada para apoiar a sua compra vai acompanhar de perto todas as fases da aquisição, incluindo a parte documental e, se for o caso, os trâmites do financiamento de imóvel.

4. Acesso a diversas unidades educacionais

A região do Anchieta é muito bem atendida por colégios de todos os ciclos educativos, o que a faz ótima para quem busca matricular as crianças e adolescentes da família pertinho de casa. Entidades educacionais tidas como as principais escolas na região centro-sul de BH dão o tom do alto nível do ensino da região.

O tradicional Colégio Arnaldo é um dos estabelecimentos dedicados a ensinar os jovens nessa parte da capital. Desde 1912 disseminando conhecimentos, mantém cursos de educação infantil ao final do ensino médio, com foco na evolução integral do aluno.

A sua infraestrutura privilegia as práticas esportivas, com piscina suspensa, quadras e ginásio poliesportivo. Para ensinar as primeiras letras em português e inglês, a Escola Infantil Future — parceira da Cultura Inglesa — recebe crianças a partir dos 4 anos e tem currículo com teatro, artes e recreação.

Sistema Educacional Primeiros Passos e Trilha da Criança fazem parte do leque de alternativas para a matrícula dos pequenos. Os maiorzinhos podem aprender idiomas no centro Fisk, em que cursos de inglês e espanhol, intercâmbio e certificação internacional compõem a jornada formativa.

Ensino superior, com cursos de graduação, pós-graduação e doutorado podem ser realizados na Universidade Fumec (Fundação Mineira de Educação e Cultura). As pós-graduações do IES (Instituto de Estudos da Saúde) são mais possibilidades da educação no bairro.

5. Qualidade de vida garantida

O conceito de bem-estar contido nessa expressão tão utilizada na atualidade abarca aqui o sentido expresso no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Os elementos considerados na produção desse indicador incluem a educação na localidade e a longevidade de seus moradores.

Em ambos os quesitos, o bairro é campeão, já que suas escolas ganham notoriedade nacional, e a expectativa de vida dos seus habitantes ultrapassa os 80 anos. Desse modo, é natural afirmar que qualidade de vida integra o pacote dos benefícios de morar nesse pedaço aconchegante da zona centro-sul de BH.

Vários outros atributos do bairro favorecem o bem-estar dos habitantes da região. A sensação de segurança, por exemplo, é condição determinante para as pessoas desfrutarem plenamente a vida. Nisso, também, o Anchieta sai na frente, porque os índices de criminalidade da região são bastante baixos.

A farta arborização da localidade ajuda a compor o seu clima ameno, criando um bolsão que reduz ruídos, melhora a oxigenação do ar e equilibra a temperatura.

O visual que a presença da natureza imprime aos quarteirões do bairro confere beleza e faz contraponto à urbanização que segue no sentido de deixar ruas e avenidas com aparência cada vez mais agradável.

Aspecto que não pode ser ignorado no que diz respeito à qualidade de vida está relacionado à promoção da saúde. Consultórios e clínicas médicas unem-se para cumprir essa missão, no bairro:

  • Clínica Moove;
  • Clínica Solaris;
  • Fisiosol Fisioterapia;
  • Expressão Clínica Fonoaudiológica.

As drogarias que funcionam no Anchieta atendem aos moradores quando a demanda por medicamentos tem de ser satisfeita:

  • Farmácia Figueiredo;
  • Droga Cris;
  • Drogaria FarBrasil;
  • Farmácia Ser Natural.

A questão do trânsito afeta diretamente o morador das metrópoles brasileiras. Portanto, o fato de os habitantes do bairro não serem submetidos a esse tipo de estresse joga a favor do prazer de viver na região.

A sua posição estratégica, de fácil acesso às áreas que concentram grande quantidade das empresas de BH, dispensa as perdas de tempo para chegar ao trabalho.

Com isso, fica mais simples conciliar os compromissos profissionais e familiares, o que também se traduz em maior satisfação no dia a dia. Sem contar as múltiplas possibilidades de aproveitar as brechas na agenda, que podem servir para dar partida a planos de evolução pessoal ou boas horas de puro descanso.

6. Acesso à cultura e ao lazer

Mostrando o quanto é completo e capaz de contemplar os seus moradores com todo o necessário para vivenciarem o dia a dia, o Anchieta não decepciona quando o assunto gira em torno de cultura e lazer.

Amostra desse atributo está no lazer ao ar livre provido pelos parques e praças existentes na localidade. Nessa categoria, o Parque Julien Rien sai na frente, com 15 mil m² repletos de natureza.

A sua mata é o hábitat de dezenas de espécies de pássaros. Nas árvores, os micos e esquilos encontram a necessária proteção. Na academia de ginástica equipada com aparelhos é possível condicionar o físico, assim como relaxar junto à cascata e aproveitar as apresentações no anfiteatro.

Passear pela Avenida Bandeirantes sem a menor preocupação com o tráfego dos veículos faz parte da realidade dos fins de semana do bairro. Isso porque uma das pistas da via fecha aos domingos, viabilizando pedalar, patinar ou simplesmente fazer uma gostosa caminhada.

No entorno da Avenida, os 28 mil m² da Praça JK são ocupados por jardins, duas pistas para correr ou caminhar, quadra para jogar bola e área de exercícios. Mesinhas com bancos para a hora de dar aquela descansada integram a estrutura da praça.

O fácil acesso que o Anchieta promove à Avenida Afonso Pena contribui para a vida cultural dos moradores do bairro, que têm grande facilidade para estar antenados com os eventos e atrações da cidade.

Nesse autêntico polo da cultura da zona centro-sul estão os teatros João Ceschiatti, Francisco Nunes, Grande Teatro e Casanova, além do Palácio das Artes. Há música para elevar o espírito executada nas instalações de uma construção histórica com primorosa arquitetura: é isso que você usufrui no Conservatório da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

O espaço mantém agenda cultural com atrações da mais alta qualidade e, à noite, todo iluminado, constitui espetáculo à parte. Nele também há exposições, cursos e atividades ligadas à arte.

Quando a pedida é um programa descontraído, dar uma volta pela Feira de Arte e Artesanato de BH vai agradar. Ela fica a poucos minutos do bairro, para os lados do Centro.

Em suas barraquinhas, você vai se deparar com uma organização que facilita as compras, porque a feirinha é dividida em setores. Neles, desde bijuterias e roupinhas de bonecas até móveis enchem os olhos.

Impossível não sentir vontade de conhecer o Anchieta e, estando lá, é difícil não pensar em vivenciar o ritmo desse lugar, que conjuga tradição e modernidade com estilo. Como você pôde ver neste guia, o bairro agrega a praticidade das regiões completas da cidade e a efervescência dos barzinhos e restaurantes sempre na moda.

A sua infraestrutura e charme fazem dele um dos queridinhos do mercado de imóveis belo-horizontino. A fama do bairro vai além, atraindo investidores de outras partes do mundo, que enxergam em seus muitos atributos uma distinta oportunidade imobiliária.

Prossiga o seu percurso pelas melhores regiões de BH e descubra mais bairros imperdíveis no Guia completo da zona sul de Belo Horizonte!

Input your search keywords and press Enter.